10 formas de combater os pensamentos negativos

Nossa mente produz milhares de pensamentos a cada segundo. Quando pensamentos negativos e limitantes acumulam em nossa mente, formam um bloqueio que nos torna incapazes de administrar os problemas e atrapalha nossa evolução pessoal. Aprenda 10 maneiras para expulsar esses intrusos!

1. Conheça a si mesmo

Praticar o autoconhecimento é um desafio em qualquer situação. Quando enfrentar algo desagradável, tente reconhecer seus limites e os motivos que o levam a alimentar o pessimismo e os pensamentos ruins. Saiba o que te faz mal e o que te traz sentimentos bons e use isso como uma ferramenta para o seu bem estar.

Será que as situações que causam sentimentos ruins são mesmo tão ruins assim? Questionar-se e pensar objetivamente é uma excelente forma de superar aos poucos seus limites..

2. Relaxe o corpo e a mente

A meditação é uma forma de relaxar corpo e mente, renovando suas energias e trazendo estabilidade emocional. Você não precisa demorar horas, as técnicas podem ser adaptadas aos seus horários e aos lugares que você frequenta: dez a quinze minutos por dia são suficientes.

Entre os inúmeros benefícios da meditação, estão a melhora do sistema imunológico, diminuição da pressão arterial, alívio da ansiedade e dos sintomas de depressão.

3. Reaja positivamente

Desde quando resmungos e reclamações resolvem algum problema? Agir negativamente não vai melhorar a situação, portanto troque-os por ações positivas. O bom humor também é uma ótima forma de lidar com as situações ruins: rir de si mesmo torna o problema menos assustador e mais administrável.

Descubra também o poder das palavras. Substitua frases como “eu não posso” ou “eu não consigo” por “vou tentar”, “posso tentar”. Você vai perceber que automaticamente os pensamentos negativos serão substituídos por positivos e as reclamações por ações.

4. Limpe sua mente

Como uma casa, nossa mente também precisa de uma faxina de vez em quando. Certas sensações ruins podem atrapalhar nossa vida por anos a fio, mesmo que inconscientemente.

Tente liberar sua mente para novos pensamentos. Questione se o que te fazia sentir medo anos atrás ainda tem razão para o fazer.  Busque novas alternativas. Pense que até os acontecimentos ruins podem servir de experiência para novos desafios, mas nem por isso precisam ser lembrados a todo o momento.

Se não conseguir fazer isso sozinho, a terapia pode ajudar muito.

5. Controle a si mesmo

Pare de culpar tudo e todos a sua volta. Entenda que nem sempre a culpa é dos que estão ao seu redor e aceite que nem tudo pode ser como você quer. Por exemplo: todos os dias você reclama de estar sempre correndo, mas ainda não tentou acordar um pouco mais cedo ou tirar uma hora do dia para fazer algo que lhe dá prazer.

Ninguém é vítima das circunstâncias ou da incompreensão alheia: você tem total controle sobre a sua vida e ninguém pode lhe fazer nada se você não permitir. Assuma o controle da sua própria rotina e perceberá que as coisas ao redor vão melhorar muito..

6. Viva o momento

É clichê, mas funciona: viva cada dia como se fosse o último, aproveite cada momento como se sua vida dependesse disso, desfrute dos pequenos agrados que a vida nos oferece.

Não se prenda ao que não deu certo no passado: não é porque um relacionamento foi um fracasso que o próximo vai dar errado também, não é porque uma viagem acabou mal há anos atrás que isso vai acontecer de novo. Ficar pensando no que deu errado nos faz deixar de viver bons momentos.

7. Pense menos

Analisar tudo o tempo inteiro faz mal. Guarde suas conjecturas, análises e palpites para situações concretas e realmente importantes. Pensar demais sobre algo que ainda nem aconteceu pode nos trazer ainda mais frustrações, além de nos fazer sofrer por antecipação por algo que nem sabemos se vai acontecer.

8. Recompense-se!

Fez um ótimo trabalho e ganhou um elogio? Aceite-o! Ganhou um concurso, um campeonato, uma promoção? Pense no esforço que essa vitória custou e orgulhe-se! Você batalhou por isso e merece todo o mérito.

Esqueça frases como “tive apenas sorte”. Reconheça o seu trabalho, recompense-se e recomece a trabalhar o quanto antes para vencer desafios ainda maiores. 

9. Inove

O medo e a negatividade nos levam ao comodismo: é tão assustador sair da zona de conforto, e se algo der errado?

Tente fazer coisas novas, sair da rotina mesmo nas pequenas coisas, conhecer novas pessoas, descobrir um novo hobby, viajar mais. Até mesmo pequenas descobertas são capazes de aumentar a motivação e transformar nossa perspectiva de vida.

10. Mude a direção!

Se algo não está dando certo tente outra coisa. Já ouviu alguém dizer que às vezes olhamos tanto para o problema que esquecemos de solucioná-lo ou de perceber novas alternativas?

Quando agimos da mesma maneira, os resultados serão sempre os mesmos. Às vezes a solução está em mudar o enfoque e ser criativo. Que tal tentar algo que nunca tentou antes? O “não” você já tem, tente agora o “sim”!!

Steven Anthony, psicologo, life coach e terapeuta Dicas escritas por Steven Anthony, Life Coach, Psicólogo e Terapeuta da Life Terapias (Guarujá, SP). 

Artigo original: www.lifeterapias.com.br